segunda-feira, 9 de março de 2009

Gigantes Líticos: O Colosso de Pedralva

O local onde hoje está o "Colosso de Pedralva" - um gigante de pedra -, frente a um centro comercial em Guimarães, contrasta profundamente com o seu suposto local de origem, no cimo de um monte castrejo.

O Colosso impressiona pela sua imponência, quase parecendo "arte moderna" (mas em bom...). O seu braço esquerdo, se alguma vez existiu, desapareceu, o direito está erguido. Teria provavelmente segurado algo, quiçá um machado, uma espada? Encontra-se sentado, com o seu falo de grandes proporções bem visível.

Para os Antigos, talvez fosse uma representação do antepassado mítico, do pai primordial, com o poder fecundador transmissor da "raça", no seu sentido mais nobre.

Se consultarem o link abaixo indicado, poderão ver fotografias muito raras tiradas na altura da descoberta do Colosso por Martins Sarmento, eminente arqueólogo português do início do séc. XX.

Quem és tu, Colosso? E que mistério encerras na tua pele granítica?...

Para saber mais: www.forum-gallaecia.net

7 comentários:

  1. Ainda não percebi a razaõ do Colosso se encontrar naquela pesudo-rotunda à frente do centro comercial! Na minha opinião é uma verdadeira falta de respeito pela nossa entidade e pelas nossas raízes castrejas. Até poderia estar na cidade de Guimarães (se bem que o local certo seria a citânia de Briteiros), mas num local com mais visibilidade e honra.

    Gostei de encontrar o teu blogue.

    Beijinhos


    Clara (http://imagensdomeumundo.blogspot.com)

    ResponderEliminar
  2. Obrigado pelo teu comentário, Clara. És sempre bemvinda. :)

    São incríveis as atrocidades que se cometem com o nosso património arcaico e multi-secular... pergunto-me onde é que as pessoas andam com a cabeça?... Será que se lembram que têm cabeça?...

    Vou espreitar o teu blogue.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Para mim também é um mistério como é que alguém consegue produzir uma ideia tão parva como meter esta estátua à frente de um centro comercial - e pior!! Como é que todas as restantes pessoas em volta o permitem!!

    ResponderEliminar
  4. Esta estátua é o que resta de uma antiga divindade Galaica, similar ao deus gaulês do malho.

    ResponderEliminar
  5. Acabei de ler cada barbaridade...
    Então não sabem a história deste pseudo-colosso?! Não sabem a razão para ele estar na rotunda?!
    Quando o Francisco Martins Sarmento o descubriu em Pedralva pensou tratar-se de uma Colosso proto-histórico. Estudos recentes vieram decifrar a sua verdadeira identidade: o 'Colosso' foi talhado para ser uma estatua do santuário do Bom Jesus do Monte, mas na altura partiu-se e o escultou viu-se obrigado a abandonar o projecto. Desvendada a mesteriosa origem da estatua, deixou de fazer sentido que a mesma figura-se num museu virado para a Cultura Castreja do Noroeste Peninsular e foi então colocada na rotunda onde se encontra actualmente como litico de adorno.
    Para mais informações contactar a Sociedade Martins Sarmento.
    Saudações Arqueológicas!

    ResponderEliminar
  6. Caro Siegfried,

    Dizer que o Colosso era para ser uma estátua cristã é, no mínimo, uma hipótese surrealista!... Basta vermos este gigante mais de perto e iremos reparar que tem um órgão fálico de grandes dimensões que, certamente, não se destinaria a uma igreja...

    Amergin

    ResponderEliminar
  7. Exmºo Sr. Siegfried.

    Não sei que idade tem e muito menos a sua idade mental mas em todo o caso acreditar em boatos infantis que se espalham nas escolas primárias é lamentável a partir de certa idade.

    O Sr. é pura e simplesmente um Bronco.

    Aqui está o que a sociedade tem sobre o colosso:

    Estátua colossal, constituída por três peças de granito, extremamente rude e de formas toscamente esboçadas. Representa uma figura viril, sentada, e com o braço direito levantado. Parece ostentar a representação sexual, mas muito mal definida, como aliás toda a modelação da estátua. É desconhecida a significação desta figura, possivelmente ligada ao culto fálico, que na Lusitânia teve certa expansão, nos tempos proto-históricos (vide Religiões da Lusitânia, de J. L. vasconcelos—III, p. 248 e 526; O Archeologo Português—VIII, x. p. 300 e ss.). Proveio do monte de Picos, freguesia de Pedralva (Braga), e foi adquirida por Martins Sarmento, em 1892. Perto do local onde se encontrava, existem vestígios de um castro e de numerosas mamôas (vide Revista de Guimarães— XIII, p. 122). Em 1929, foi transportada para o Museu. Pelas suas avantajadas proporções. (2,95 de altura) deve ser, talvez, exemplar único na Península.

    O colosso é o mais expetacular representante do culto europeu vulgarmente conhecido por Deus do Malho, ou Thor. No seu braço estaria um Martelo.

    A dimensão do colosso e a sua localização demonstra a magnificência da Cultura Castreja e colocá-la ao pé de uma sarjeta imunda na cidade "Europeia da Cultura 2012" é um atentado ao patrimonio nacional e uma cuspidela na cara do Próprio Martins Sarmento.

    Parabéns à sociedade por esta herética decisão.

    Quanto ao Garfiel que diz ter sido uma estatua pra o Bom Jesus, tenho a certeza que se ele fosse pedreiro iri talhar falos gigantes num cume de uma Montanha ingreme para depois a levar as costas a po-la em frente ao Bom Jesus.

    A estupidez de alguns não cessa de me supreender.

    Saudações Galaicas

    ResponderEliminar